Por: José Maria Caires

Bahiagás vem estudando viabilidade de implantar o Gás Natural em Vitória da Conquista. Em janeiro de 2019, numa grande reunião com a classe empresarial o Presidente da Companhia Luiz Gavazza despertou esperança da chegada do em nossa cidade.

A parceria da Bahiagás com a Prefeitura de Conquista, foi a promessa de que teríamos a transformação industrial em nossa cidade, dando mais competitividade industrial local e também na atração de mais negócios que pudesse empregar mais trabalhadores.

A nossa esperança é de que com a BAHIAGÁS pudesse bonificar com parte do KIT e que as cooperativas de taxis, uber, frotistas e transportadoras, tivessem financiamentos para a classe de profissionais, facilitando o acesso ao benefício, não aconteceu ainda.

A Companhia de Gás da Bahia, por ter dificuldades burocráticas e de logísticas não evoluiu da forma que prevíamos, o que é compreensível pelas amarras que o setor público se limita pela legislação, mesmo assim nossa esperança era de que o Centro Industrial dos Imborés tivesse um centro de distribuição do Gás Natural, que viesse contemplar outras atividades econômicas como: Shoppings, Hoteis, Hospitais, dentre outras. Não evoluiu.

Nesse vácuo, e sensível ao grande potencial da cidade, a REDE DE POSTO SÃO JORGE em parceria com a Golar Power e a Petrobahia, vai fornecer para tão esperado Gás Natural Veicular.

Parabenizamos os empresários pela iniciativa, mas aguardamos que em breve a nossa BAHIAGÁS contemple Vitória da Conquista e Região, que tanto depende desse sistema de energia, para nos tornar mais atrativo na atração de empresas geradoras de empregos e renda na região, pois é Bahia Gás detém o monopólio da rede dele distribuição.

Concluo dizendo que a chegada do GAS convalida o nosso potencial e que a estatal dos acionistas GASPETRO, Mitsui Gás, e do Governo do da Bahia como majoritário da BAHIAGAS, fica devendo uma resposta aos Conquistenses.