Seleção faz jogo equilibrado com a França, busca empate, mas cai no tempo extra

O Brasil lutou até onde deu. Levou a anfitriã e favorita França até a prorrogação, teve suas chances, mas caiu. E para um sobrenome que já machucou os brasileiros num Mundial: Amandine Henry fez o gol do triunfo da França por 2 a 1 e eliminou a Seleção da Copa do Mundo feminina. Thaisa e Gauvin completaram o placar.

A LUTA
A Seleção equilibrou o jogo durante os 90 minutos. Com boa marcação, neutralizou as principais jogadas da França no ataque e, aos poucos, começou a ameaçar. As anfitriãs tiveram um gol bem anulado no primeiro tempo, após choque de Gauvin com Barbara, e fizeram pouco além disso.

O CANSAÇO
A equipe sofreu um baque no início da prorrogação, com a saída de Cristiane, lesionada. Mas manteve o bom nível e teve uma chance de ouro, quando Debinha invadiu a área livre, superou a goleira Bouhaddi, mas viu Mbock Bathy salvar quase na linha.

Depois disso, o cansaço bateu. E a França chegou ao gol em sua jogada mortal: cruzamento de Majri, e Henry, na pequena área, definiu a vitória.

A SEQUÊNCIA
Classificada, a França aguarda a vencedora do duelo entre EUA e Espanha. A partida pelas quartas de final acontece na próxima sexta-feira.

Fonte: G1
Fotos: Reuters