Decisão é um recado ao estagiário de direito Vinícius Batista Serra, acusado de tentativa de feminicídio contra a paisagista Elaine Perez Caparroz.

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu que quem praticar violência contra a mulher não poderá ser habilitado a atuar na advocacia.

A decisão, de segunda-feira (18), é um recado a Vinícius Batista Serra. O estudante e estagiário de direito é acusado de tentativa de feminicídio contra a paisagista Elaine Perez Caparroz.

Ela foi agredida no dia 16 deste mês, no apartamento onde mora, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, após marcar o encontro com Vinícius por meio das redes sociais.