No início do seu bloco pipoca, na tarde desta sexta-feira (1º), Saulo citou o caso dos candidatos laranjas do PSL

O cantor Saulo Fernandes aproveitou o seu segundo dia de desfile no Carnaval de Salvador para protestar contra a situação política pela qual atravessa o país.

No início do seu bloco pipoca, na tarde desta sexta-feira (1º), na Barra, Saulo citou o caso dos candidatos laranjas do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, responsável pela queda do primeiro ministro do novo governo, Gustavo Bebianno.

Na música “Lado B Lado A”, do grupo O Rappa, Saulo trocou a parte “espero estar bem longe quando tudo isso passar” por “espero estar bem longe quando a laranjada passar”. O público presente foi ao delírio e aplaudiu o artista pela manifestação.

Ainda de acordo com o Bahia.Ba, em outro momento, Saulo perguntou ao apresentador Marrom, da TV Bahia, se ele usaria azul ou rosa, também referência à polêmica envolvendo a ministra de Bolsonaro, Damares Alves.