A Prefeitura de Vitória da Conquista segue dando assistência às famílias atingidas pelas fortes chuvas ocorridas no mês de dezembro, na zona urbana e, especialmente, na zona rural. Graças a um esforço conjunto de órgãos municipais e de voluntários, os itens arrecadados por meio de doações de empresários, entidades e cidadãos têm chegado todos os dias às pessoas necessitadas.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), com o apoio da Defesa Civil e da Guarda Civil cuida da entrega dos donativos às famílias que sofreram danos diretos por conta das chuvas. A equipe vem utilizando de dois a quatro veículos, com quatro servidores em cada um, para desempenhar essa tarefa diária.

A depender da distância das comunidades rurais, é possível atender até 130 famílias em um dia. A força-tarefa já passou por 43 povoados, beneficiando mais de duas mil famílias, cerca de 10 mil pessoas, com cestas básicas, kits de limpeza e de higiene pessoal e roupas. Em algumas localidades de difícil acesso, a operação também conta com o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDR) e dos Postos Avançados de Atendimento ao Cidadão (PAAC), mais conhecidas como subprefeituras.

Das famílias atendidas na zona rural, 308 vivem em comunidades quilombolas. Além da entrega de donativos, a Semdes também tem assistido essas pessoas com escuta qualificada, orientação acerca dos direitos no contexto de emergência socioassistencial, atualização do Cadastro Único, orientação para acesso ao Auxílio Brasil e identificação de demandas relacionadas a outras secretarias.

Na zona urbana de Vitória da Conquista, mais de 100 famílias atingidas por desabamentos, sejam eles total ou parcial, ou ainda que tiveram as suas residências interditadas preventivamente, também receberam as cestas básicas e os materiais de higiene pessoal e limpeza.

Somando tudo isso, já foram 3.455 kits de donativos entregues. Além disso, a Coordenação de Segurança Alimentar da Semdes também distribuiu 61 kits a famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional, que tiveram suas situações agravadas pelas enxurradas. Isso representa 41 toneladas de insumos.

Já nos abrigos provisórios instalados pela Prefeitura, o abastecimento acontece uma vez por semana, em regra. A coordenação de cada local envia uma lista dos produtos necessários à Semdes, que faz o envio no dia específico. Quando surge uma demanda imprevista, os donativos são enviados no fim do mesmo dia, ou na manhã seguinte à solicitação.

Atualmente, há cinco abrigos ativos na zona urbana e zona rural, mas esse número já chegou a oito, com 100 famílias abrigadas. Hoje, 40 famílias, totalizando 156 pessoas, continuam instaladas nos abrigos provisórios. Mais de 4,7 toneladas e 1.941 litros de insumos já foram distribuídos nesses locais.