Um terremoto de magnitude 7,8 atingiu a região central da Turquia e o noroeste da Síria na manhã desta segunda-feira (6), causando mais de 900 mortes e deixando milhares de pessoas feridas.

É o terremoto mais forte desde 1939, que fica sobre várias placas tectônicas. Segundo relatos, o tremor durou mais de um minuto e meio e gerou dezenas de réplicas.

A profundidade, de cerca de dez quilômetros, e a duração do tremor são dois fatores que explicam a grande destruição provocada – imagens mostram prédios inteiros desabados e municípios amplamente destruídos.

Segundo as autoridades, se sabe que:

  • Segundo o último balanço do governo turco, 912 pessoas morreram;
  • Milhares ainda estão desaparecidas;
  • O epicentro do tremor foi no povoado de Kahramanmaras, próximo à cidade de Gaziantep, no sudoeste, bem perto da fronteira com a Síria;
  • Mas o tremor foi sentido em toda a região central da Turquia;
  • O noroeste da Síria também foi fortemente afetado – nesse país, foram registrados, até agora,
  • O tremor também foi sentido no Chipre e no Líbano;
  • Segundo o governo turco, mais de 45 países já anunciaram que enviarão ajuda humanitária e equipes de busca.