Diferente do anunciado como padrão pela Polícia Militar do Distrito Federal, os manifestantes que adentraram a Esplanada dos Ministérios nesta terça-feira (7), não passaram por cordão de revista.

De acordo com informações do Estadão, policiais posicionados no local “apenas assistiram passivamente” a chegada das pessoas, que poderiam portar quaisquer objetos.

 

Segundo a publicação, sua equipe flagrou muitas barracas no local e pessoas portando varas e mastros de bandeiras, além de drones, cuja utilização foi limitada pelas autoridades nesta terça (7).