Na tarde desta segunda-feira (04), a Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista disponibilizou oficialmente um carro que servirá como auxílio para as ações de combate ao novo coronavírus no município. O veículo estará à disposição da Comissão de Crise da Covid-19 para fiscalizar o cumprimento das medidas tomadas contra o avanço da doença em Vitória da Conquista e orientar a população sobre a transmissão do vírus.

Formada pela presidente Nildma Ribeiro (PCdoB) e pelos vereadores Adinilson Pereira (MDB), Cícero Custódio (PT), Luís Carlos Dudé (MDB), Jorge Bezerra (PRB), Fernando Jacaré (PT), Rodrigo Moreira (Progressistas) e Viviane Sampaio (PT), a comissão propõe medidas de enfrentamento e combate ao coronavírus, abrangendo diversos setores e orientando, desde o distanciamento social recomendado, como procedimentos, registros, realizações de boas práticas de higiene, desinfecção das superfícies de contato e pessoal, bem como o uso correto de equipamento de proteção individual, dentre outras.

Também atua no sentido de orientar e adequar os estabelecimentos sobre os procedimentos técnicos corretos e medidas de prevenção da transmissão da Covid-19. Isso agrega valor às empresas. Além disso, se propõe a orientar e estabelecer parâmetros técnicos aos profissionais e estabelecimentos voltados aos diversos serviços de saúde, de interesse à saúde e alimentos, de forma a diminuir risco de contágio do coronavírus.

Agora com o reforço do carro, a comissão passa a ter mais agilidade na cobrança de ações por parte do poder público municipal e no auxílio à população para manter o enfrentamento à doença no município.

Até o momento, Vitória da Conquista registrou 35 casos confirmados de Covid-19, destes 26 foram curados e 4 pessoas morreram, as outras 5 seguem o tratamento em hospitais do município.

Segundo o presidente da Casa, Luciano Gomes (PCdoB), durante esse período de pandemia, a Câmara se desdobrou não apenas para fazer o seu trabalho de agente fiscalizador, mas, sobretudo, para garantir a segurança dos conquistenses, seja cobrando as ações do Poder Público Municipal, seja votando projetos do interesse popular ou mesmo intermediando diálogos. “É um momento de união entre os poderes na tomada de decisões, porém é necessário que a gente fiscalize também as ações, a forma como os recursos estão sendo aplicados para atender as demandas da população”, disse.

Ainda conforme o presidente, o carro é uma forma de dar agilidade à Comissão e visibilidade às ações da Câmara. “Temos dito com frequência que a Câmara não parou em momento algum, estamos participando ativamente desse momento difícil enfrentado pela população, temos participado de diversas reuniões com membros da administração municipal e da sociedade civil, com as autoridades de saúde do municípios e temos sugerido ações porque entendemos que estamos aqui para somar esforços”, concluiu.