Vitória da Conquista poderá implantar, em algumas escolas da rede municipal de ensino, o mesmo sistema dos colégios da Polícia Militar (CPM). O assunto foi tratado em reunião, no início da semana, entre o secretário municipal de Educação, Edgard Larry, e os oficiais capitão Dalmo Porto e tenente Alice Santana. A proposta é de que a implantação se dê, inicialmente, em quatro unidades da Rede Municipal de Ensino.
A ideia tem a aprovação da prefeita Sheila Lemos, que destacou os resultados obtidos pelos colégios militares da Bahia. “Basta fazer uma comparação com outras unidades públicas, e até privadas – de ensino para termos convicção de que Vitória da Conquista só tem a ganhar”, observou a gestora.

Outros municípios do interior da Bahia já aderiram ao sistema, que é considerado uma referência em disciplina e qualidade de ensino. O secretário Edgard Larry destacou que a parceria é de grande importância para a rede municipal de ensino e agradeceu o interesse do Comando de Policiamento Regional do Sudoeste (CPRSO), que atendeu rapidamente o pedido da Secretaria Municipal de Educação (Smed) para a reunião de avaliação da proposta.

“Gostaria de agradecer ao coronel Ivanildo pela consideração que ele e toda a sua equipe têm pela educação. A Polícia Militar tem sido um exemplo e peça fundamental no desenvolvimento da nossa cidade. Esperamos que essa e outras parcerias sejam firmadas”, disse Larry.

“Em nome do coronel Ivanildo, gostaríamos de agradecer o convite para que a gente estude a implantação do Sistema de Ensino da Rede CPM, assim como já acontece em alguns municípios da nossa região. Todos já conhecem o sistema por termos o Colégio da Polícia Militar em Vitória da Conquista, que todos sabem da qualidade, e que, certamente, sendo implantado vai cooperar com a melhoria dos índices de educação no município”, enfatizou o capitão Dalmo.

Visitas serão realizadas às escolas propostas pela Smed para receber o sistema CPM. Havendo viabilidade para implantação nessas unidades, será firmado um Termo de Cooperação Técnica entre a Polícia Militar e a Prefeitura Municipal.