Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira (12), o prefeito Herzem Gusmão (MDB), determinou que o contrato emergencial com a Viação Cidade Verde não fosse renovado.

O anúncio da empresa em abandonar as linhas da Lagoa da Flores, Pradoso, Fazenda Santa Marta e no bairro Senhorinha Cairo, divulgado em cards que não foram negados pela empresa, provocaram imediata reação do Governo Municipal.

Caso ocorra a suspensão das linhas, a Viação Cidade Verde, será avisada do impedimento de continuar operando o Lote 1, que pertencia a Viação Vitória. A medida será aplicada imediatamento já para segunda-feira (15).