Estão abertas as inscrições para as oficinas do “Cine em Transe – Festival de Cinema do Sudoeste Baiano – Ano 1”, aprovado no Prêmio das Artes Jorge Portugal/Programa Aldir Blanc Bahia e que acontece nos meses de março e abril. São nove oficinas: seis de iniciação à formação audiovisual, entre 22 e 27 de março, e três profissionais, entre os dias 1º e 9 de abril. Todas as atividades acontecerão em ambiente virtual, e as inscrições, com vagas limitadas, podem ser feitas no site oficial do evento (www.festivalcineemtranse.com.br).

A primeira etapa de oficinas, que dá início ao festival, é voltada para iniciação à formação audiovisual do público em geral, com seis temas: Pensamento crítico e político no audiovisual; A linguagem cinematográfica; Aspectos conceituais da montagem audiovisual; Direção de fotografia; Direção de arte; e Crítica cinematográfica. A segunda etapa, com oficinas profissionais, abordará sobre Projetos audiovisuais: da elaboração à prestação de contas; Distribuição para o curta-metragem: os caminhos possíveis; e Conhecendo assistência de direção e continuísmo. Todas as oficinas serão ministradas por profissionais com formação e experiência na área de Cinema e Audiovisual, da Bahia e de outros estados brasileiros.

O Cine em Transe promove também a difusão de filmes produzidos na Região Sudoeste da Bahia. Entre os dias 1º e 10 de abril, serão exibidas, no site oficial do evento, 30 obras, distribuídas nas categorias competitivas “Cinema Estudantil”, “Cinema Universitário” e “Cinema Independente” e que concorrerão a prêmios a partir da avaliação dos júris técnico e popular. As produções integrarão ainda a grade de programação da TV Uesb e da TV Kirimurê.

A iniciativa foi aprovada na linha de projetos da área Audiovisual, na categoria de Difusão, na modalidade de iniciativas inéditas, do Prêmio das Artes Jorge Portugal, com apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, do Governo Federal. 

A equipe executora da proposta conta com integrantes do coletivo Setor Audiovisual do Sudoeste Baiano (Sasb), em parceria com as equipes do Programa Janela Indiscreta, da Mostra Poca Zói e da TV Uesb, bem como dos professores do Curso de Cinema e Audiovisual da Uesb e da TV Kirimurê. Mais informações, no site www.festivalcineemtranse.com.br.