O arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, realizou na manhã desta segunda-feira, 14, a primeira missa em honra de Santa Dulce dos Pobres. A celebração ocorreu em Roma, na Igreja de Sant’Andrea della Valle.

A cerimônia contou com a participação da superintendente da Obras Sociais Irmã Dulce e sobrinha de Irmã Dulce, Maria Rita Pontes, e do miraculado José Maurício Moreira.

Na missa, Dom Murilo leu a homilia. “As cenas que viu e o sofrimento que testemunhou, marcaram profundamente sua vida e suas escolhas. A partir daí, quis dedicar sua vida a servir os pobres, como Jesus havia feito”, citou em um trecho.

Sobre o sentimento de celebrar a missa, Dom Murilo disse que fez com o coração e representou todos os brasileiros. “Procurei celebrar com o coração, porque eu lembrava sempre, que eu não sou eu ali: represento os bispos do Brasil, o povo brasileiro, particularmente, os baianos e soteropolitanos. Procurei assumir o sentimento de todos, agradecer para Deus por este dom e pedir assim como ele foi generoso conosco, nos dando este presente extraordinário, que é Santa Dulce dos Pobres, nos dê a graça de colher outros presentes seus, já que a sua misericórdia é infinita. Vivamos agora este espírito de gratidão, porque não devemos nos cansar de agradecer a quem foi tão generoso”, Dom Murilo.

O miraculado José Maurício Moreira e sua esposa, Marize Mendonça, acompanharam a missa no momento do ofertório. Durante a missa, religiosas de várias ordens se reuniram para cantar uma canção que Santa Dulce dos Pobres gostava.

O cerimoniário Padre Manoel da Paixão do Padro, responsável por fazer a parte da organização litúrgica da missa, comentou sobre o rito realizado pela Igreja para santificar Irmã Dulce.

“O rito é um agradecimento a Deus. Um agradecimento a Deus por tudo que Irmã Dulce significou para Igreja enquanto ela morou em Salvador, por suas obras, por suas virtudes, porque Deus a colocou como este modelo de vida para todos os cristãos”, afirmou Padre Manoel.

Dentre autoridades presentes estavam o vice-presidente da República, Hamilton Mourão e o prefeito de Salvador, ACM Neto.

O padre Antônio Maria, a cantora Margareth Menezes e o sanfoneiro Waldonys cantaram durante a missa.

Por Cleidiana Ramos | Foto: Walmir Cirne | Ag. A TARDE