No programa Redação Brasil desta segunda-feira (04), o Jornalista Deusdete Dias, em seu editorial, destacou a sessão de posse da prefeitura de Vitória da Conquista ocorrida na última sexta-feira (1).

No momento da posse do prefeito Herzem Gusmão, que está internado em São Paulo por conta da COVID-19, o condutor da cerimônia, o presidente da Câmara Luís Carlos Dudé convidou o procurador do município de Vitória da Conquista, o senhor Ademir Ismerim Medina para representar Herzem Gusmão. Porém, a bancada de oposição se manifestou contrário a posse simbólica do procurador, alegando que a vice-prefeita Sheila Lemos estava presente e portanto, ela quem deveria tomar posse como prefeita em exercício.

“Se Herzem não tomasse posse, não seria pago seu salário mensal; poucas pessoas sabiam deste fato. […] a câmara de vereadores nesta atual gestão não é tão submissa quanto na gestão anterior; ela se impõe, e é exatamente isso que o legislativo precisa fazer”. Destaca Deusdete Dias.

Confira o editorial do Redação Brasil com Deusdete Dias: