A Justiça baiana converteu em preventiva a prisão do namorado da médica que caiu do quinto andar de um prédio no bairro de Armação, em Salvador, nesta segunda-feira (20). O companheiro da profissional de saúde foi preso em flagrante por tentativa de feminicídio. A conversão da prisão foi confirmada ao G1 nesta terça-feira (21).

De acordo com a família, o estado de saúde da médica, que passou por cirurgia e segue internada no Hospital Geral do Estado (HGE), é considerado gravíssimo.

A decretação da preventiva, de acordo com a reportagem, considera ainda a prevenção de possível perigo gerado pelo “estado de liberdade do imputado”. De acordo com o G1, a decisão pontuou ainda que durante o interrogatório, o homem, que também é médico, não revelou detalhes concretos de uma possível tentativa de suicídio por parte da vítima e fez uma “narrativa desconexa, evasiva e sem conteúdo”. E que o interrogatório está recheado de faltas de justificativas e relatos da dinâmica do casal.

O caso ocorreu na Rua Rodrigues Doria, por volta de 1h20 da segunda. Vizinhos do casal disseram que a médica, identificada como Sáttia Lorena Patrocínio Aleixo, caiu do prédio após uma discussão com o companheiro.