O prazo para entrega de documentação do programa Partiu Estágio começa nesta quinta-feira (12) e vai até o dia 25 deste mês. Os 1.312 estudantes convocados devem entrar em contato com a unidade de recursos humanos do órgão onde irão atuar. A relação dos documentos exigidos e outras informações podem ser verificadas no Edital 001/2022, publicado no site da Secretaria da Administração (Saeb).

Os estudantes que não se manifestem no prazo estabelecido poderão perder a vaga. Esta é a segunda convocação de universitários do Edital 001/2022. Na primeira, em março deste ano, foram 3.258. Somando as duas, o programa alcançou o total de 4.570 estudantes convocados, apenas em 2022.

O Governo da Bahia lançou este edital do programa, em fevereiro 2022, ofertando 4.704 vagas para universitários, com bolsa auxílio de R$ 455,00. As vagas são para estudantes de 147 cursos de nível superior, distribuídas em 59 órgãos estaduais, localizados em 220 municípios baianos. As inscrições foram encerradas em março deste ano.

Iniciativa do Governo baiano, o programa visa garantir oportunidades de estágio para estudantes universitários de instituições com sede na Bahia. O Partiu Estágio já contratou 15.261 universitários para atuarem em órgãos e entidades da administração estadual. A carga horária é composta de quatro horas diárias de atividades supervisionadas, totalizando 20 horas semanais.

Informações – Os estudantes convocados receberam, por e-mail, as informações necessárias para a apresentação da documentação como local, data e horário, além da lista de documentos exigidos em edital. Os convocados também foram notificados via SMS e por ligação telefônica. No entanto, os universitários devem entrar contato com o órgão indicado para obter orientações complementares para a entrega dos documentos.

As vagas do programa são prioritárias para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública, ou cursado com bolsa integral na rede privada. O programa reserva 10% das vagas do para pessoas com deficiência, conforme Lei federal nº 11.788/2008.

O estágio possui duração de um ano, sem possibilidade de prorrogação, exceto para pessoas com deficiência, que poderão estagiar até o fim do seu curso. Além da bolsa-estágio, os universitários terão direito a auxílio-transporte e 30 dias de recesso remunerado.