São 4.088 voluntários inscritos, 131 projetos e ações, 63 campanhas e 9.325 horas de trabalho cadastradas. Esses são os números atuais do Bahia. Estado Voluntário. O programa conecta entidades públicas ou privadas a cidadãos interessados em atuar como voluntários por meio de uma plataforma digital.

Basta fazer um cadastro no site (www.estadovoluntario.ba.gov.br), informando a área que gostaria de prestar serviço voluntário e a disponibilidade de horário. Já as entidades (públicas ou privadas) informam o seguimento de atuação e que tipo trabalho voluntário estão necessitando. Quando os dois lados coincidem, o programa faz contato, oferecendo a oportunidade.

O Bahia. Estado Voluntário foi desenvolvido em conjunto entre a Secretaria da Administração (Saeb) e a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). O secretário da Administração, Edelvino Góes, acredita que “o programa pode colocar a Bahia como referência nacional no estímulo ao voluntariado”.

Solidariedade

A enfermeira Crislaine Oliveira aderiu ao Bahia. Estado Voluntário como voluntária do Centro de Acolhimento para pessoas infectadas com a Covid-19 do Governo do Estado. “Foi muito marcante. Pude adquirir conhecimento na prática, e a experiência foi fundamental para o meu crescimento enquanto ser humano. A gente consegue se colocar no lugar do outro”, ressaltou.

Já a fisioterapeuta Elma Pinho teve coronavírus e recebeu tratamento no Centro de Acolhimento. Ao apresentar melhoras, a ex-paciente também passou a ser voluntária. “Quando melhorei também decidi ajudar as pessoas no abrigo. Foi muito gratificante poder contribuir e ajudar as pessoas”, finalizou