Durante discurso na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), realizada na manhã desta quarta-feira, 8, a vereadora Viviane Sampaio (PT) criticou a Medida Provisória editada pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (Sem Partido), alterando o regramento do acesso de estudantes de escolas privadas ao Programa Universidade Para Todos  (Prouni).
“Vai aumentar a desigualdade no acesso”, avaliou a parlamentar. “As cotas hoje garantidas vão ser colocadas agora todo um conjunto e não de forma isolada”, explicou Sampaio. “Apenas bolsistas integrais tinham acesso. Com essa alteração vai incluir estudantes que não eram bolsistas”, disse ela, comparando a situação anterior à Medida Provisória. “Totalmente negativa”, avaliou ela.
6 de dezembro – Viviane lembrou que 6 de dezembro é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres, data marcada pela Lei 11.489/2007, voltada para a promoção de ações de combate e conscientização dos homens sobre atitudes que contribuam para a perpetuação de formas de violências, pelas quais as mulheres são submetidas em nossa sociedade.
A vereadora lamentou que na Câmara não tenha ocorrido nenhuma ação por parte dos vereadores homens e pediu que em 2022 alguma ação ocorra. “Conclamo aos colegas desta Casa, para que coloquem nas agendas de 2022 a fim de trazer essa data para discussão”, disse ela.