Durante pronunciamento na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), realizada na manhã desta quarta-feira, 04, o vereador Alexandre Xandó (PT) se dirigiu aos moradores do bairro Cidade Modelo, presentes na plenária, reivindicando melhorias no transporte da localidade. “Sabemos que os problemas que vocês enfrentam também são demandas dos moradores de outros bairros de Vitória da Conquista, mas infelizmente esse asfalto não sai este ano, porque a prefeitura está se baseando no recurso do empréstimo  que não vai sair tão cedo. Mas, em relação aos pontos de ônibus, se a Secretaria de Mobilidade Urbana quiser, pode ser resolvida essa demanda ainda hoje”, disse.
Xandó lamentou a morte do jovem Marcos Antônio de Potiraguá, aos 20 anos, vítima de agrotóxicos. “Tivemos acesso a essa informação através do Blog Crônicas de Itarantim. Marcos Antônio tinha acabado de completar 20 anos. De acordo com a família, ele estava trabalhando em uma fazenda batendo veneno por uma semana e começou a sentir mal”, disse. Ainda sobre o assunto, o   vereador ressaltou que o Governo Bolsonaro liberou 1.629 agrotóxicos, alguns já banidos nos Estados Unidos e na Europa. “Nossa comida está envenenada!”, afirmou.
Por último, o parlamentar falou do fechamento do Museu da Diversidade Sexual, em São Paulo, que funcionava há cerca de 10 anos e, por ofensiva de deputado bolsonarista, teve de ser fechado. “A exposição ‘Duo Drag’,  do fotógrafo Paulo Vitale, reuniria retratos de 50 drag queens e 35 depoimentos em vídeo, lançamento de um livro, e essa decisão judicial demonstra o caráter LGBTfóbico do Sistema de Justiça Brasileiro”, finalizou.